terça-feira, 1 de setembro de 2009

Alegrias e angustias



Simplesmente existem momentos em nossas vidas onde palavras são totalmente desnecessárias visto a agônia da situação e ai me vem à mente a palavra da Bíblia quando relata que nós venhamos a chorar com os que choram e nos alegrar com os que se alegram.


Precisamos quando olhamos para esse texto entender a esfera do respeito pelo próximo, o Cristianismo tem muito haver ou tudo a ver com preocupar-se com o todo do ser humano.


Minha fé não pode ser indiferente ao sofrimento do meu próximo quando o texto ensina a chorar com o que chora e alegrar-se com o que se alegra é pelo fato de que em suma o perfil do Cristianismo não se dá pela indiferença ao outro, mas sim pela participação na situação do próximo seja ela de alegria ou tristeza.


Queridos não se façam indiferentes à agonia de seu irmão, mas se façam participantes de suas lutas esse é o perfil do verdadeiro Cristão, eu simplesmente me faço indiferente à luta do meu próximo quando eu viro as costas a ele, mas também isso acontece quando eu minimizo o sofrimento do que me cerca com palavras triunfalistas que simplesmente dão em nada é aquilo que está em Tiago capitulo 2 versos 15 e 16:

15
E, se o irmão ou a irmã estiverem nus, e tiverem falta de mantimento quotidiano,
16
E algum de vós lhes disser: Ide em paz, aquentai-vos, e fartai-vos; e não lhes derdes as coisas necessárias para o corpo, que proveito virá daí?

Queridos nossas palavras tem de ser traduzidas em atos, gestos comportamento. Um Cristianismo que “determina”, “reinvidica”, “ toma posse”, tem de ser também um Cristianismo que age, que luta em favor do menos favorecido, pois foi o Mestre que falou: Eu tive fome e me deste de comer....
Queridos em outras palavras Jesus disse assim: Vocês choraram comigo na minha tristeza e agora então venham se alegrar na minha alegria, só que também a advertência vale para o outro lado para aqueles que não choraram.

Nessa passagem Jesus se identifica como um dos pequeninos, Ele deixa claro seu carinho, amor e respeito pelo que sofre qualquer tipo de privação da vida seja ela de qual ordem for por esse fato nós que nos declaramos de Jesus temos de fazer a obra de Jesus que é a de servir e de participar das alegrias e angustias de nossos semelhantes...

Ao doce Raboni

Um comentário:

  1. Paz,,,como ele e com ele temos que partilhar,momentos...
    Paz.....

    ResponderExcluir